Avaliação completa

O BCE, em conjunto com as autoridades de supervisão nacionais, procede ao exame da saúde financeira das instituições de crédito que supervisiona diretamente. Estas avaliações completas ajudam a garantir que as instituições de crédito estejam adequadamente capitalizadas e consigam resistir a eventuais choques financeiros.

As avaliações completas são realizadas numa base regular ou ad hoc:

  • numa base regular – um exame inicial da “saúde” das instituições de crédito recém‑classificadas como significativas (o que implica que passam a ser supervisionadas diretamente pelo BCE)
  • numa base ad hoc – uma avaliação suscitada por circunstâncias excecionais

Objetivos

Transparência melhorar a qualidade da informação disponível sobre a situação das instituições de crédito
Correção identificar problemas e aplicar as necessárias medidas corretivas
Reforço da confiança assegurar a todos os intervenientes que as instituições de crédito são, na sua essência, sólidas e fiáveis

Metodologia

A avaliação completa assenta, por norma, em dois pilares principais:

  • uma análise da qualidade dos ativos – para aumentar a transparência relativamente às posições em risco das instituições de crédito, incluindo a adequação da valorização de ativos e garantias e provisões associadas
  • um teste de esforço – para testar a resiliência dos balanços das instituições de crédito, realizado em estreita cooperação com a Autoridade Bancária Europeia (European Banking Authority – EBA)

A metodologia utilizada encontra-se definida nos seguintes documentos:

Asset Quality Review – Phase 2 Manual
EU-Wide Stress Test – Methodological Note

Resultados

Cada avaliação completa termina com a divulgação dos resultados gerais numa base agregada e por instituição de crédito.

As autoridades de supervisão dão resposta aos riscos identificados no seu trabalho quotidiano. Mais especificamente, os resultados são incorporados na avaliação permanente dos riscos das instituições de crédito, dos seus mecanismos de governação e da respetiva situação em termos de fundos próprios e de liquidez no contexto do processo de análise e avaliação para fins de supervisão (Supervisory Review and Evaluation Process – SREP).

2016
2015
2014