Opções de pesquisa
Página inicial Sala de Imprensa Notas explicativas Estudos e publicações Estatísticas Política monetária O euro Pagamentos e mercados Carreiras
Sugestões
Ordenar por
  • COMUNICADO

Supervisão Bancária do BCE lança teste de esforço de 2022 centrado nos riscos climáticos

27 de janeiro de 2022

  • O teste de esforço constitui um exercício de aprendizagem e visa avaliar o grau de preparação das instituições de crédito em termos de riscos climáticos.
  • Os resultados agregados serão publicados em julho de 2022.
  • O exercício não terá um impacto direto nos fundos próprios das instituições de crédito.

O Banco Central Europeu (BCE) lançou hoje um teste de esforço prudencial centrado nos riscos climáticos, com vista a avaliar o grau de preparação das instituições de crédito para lidar com os choques financeiros e económicos decorrentes destes riscos. O exercício decorrerá durante o primeiro semestre de 2022 e o BCE publicará os resultados agregados subsequentemente.

O teste de esforço constitui um exercício de aprendizagem, tanto para as instituições de crédito como para a autoridade de supervisão, e visa identificar as vulnerabilidades, as melhores práticas e os desafios das instituições de crédito na gestão dos riscos climáticos. Importa destacar que não se trata de um exercício de aprovação ou reprovação e que não terá implicações diretas nos níveis de fundos próprios das instituições de crédito.

O exercício compreende três módulos distintos: i) um questionário sobre a capacidade das instituições de crédito para realizar testes de esforço centrados nos riscos climáticos; ii) uma análise comparativa entre pares destinada a avaliar a sustentabilidade dos modelos de negócio das instituições de crédito e a exposição das mesmas a empresas hipercarbónicas; e iii) um teste de esforço da base para o topo. A fim de assegurar a proporcionalidade, não será solicitado às instituições de crédito de menor dimensão que apresentem projeções de teste de esforço próprias.

O teste de esforço incide sobre classes específicas de ativos expostos a riscos climáticos e não sobre o conjunto do balanço das instituições de crédito. Centra‑se nas posições em risco e nas fontes de rendimento mais vulneráveis a riscos climáticos, combinando as habituais projeções de perdas com uma recolha de novos dados qualitativos.

No teste, serão utilizados cenários macrofinanceiros baseados em cenários elaborados pela Rede para a Ecologização do Sistema Financeiro (Network for Greening the Financial System – NGFS), composta por bancos centrais e autoridades de supervisão. Esses cenários refletem possíveis políticas climáticas futuras e avaliam não só riscos físicos, tais com calor extremo, secas e inundações, mas também riscos de curto e longo prazo decorrentes da transição para uma economia mais ecológica.

A partir de março de 2022, as instituições de crédito apresentarão ao BCE os respetivos modelos de teste de esforço centrado nos riscos climáticos, para avaliação. Subsequentemente, a autoridade de supervisão interagirá com as instituições de crédito, formulará observações e garantirá resultados justos e coerentes.

Os resultados serão considerados, de uma perspetiva qualitativa, no processo de análise e avaliação para fins de supervisão (Supervisory Review and Evaluation Process – SREP). Por conseguinte, este teste de esforço poderá ter um impacto indireto nos requisitos de fundos próprios do Pilar 2, por via das notações atribuídas no contexto do SREP, mas não terá um impacto direto nos fundos próprios através das orientações do Pilar 2.

O teste de esforço de 2022 do BCE centrado nos riscos climáticos complementará outros exercícios conduzidos pela Supervisão Bancária do BCE e no âmbito da banca central relacionados com a matéria. Esses exercícios incluem i) o teste de esforço a nível do conjunto da economia centrado nos riscos climáticos, cujos resultados foram publicados em setembro de 2021; ii) a avaliação, divulgada em novembro de 2021, da forma como as instituições de crédito estão a adaptar as suas práticas para gerir os riscos climáticos e ambientais; e iii) a análise temática de 2022, que incide sobre a integração dos riscos climáticos e ambientais nas estratégias de risco e nos quadros e processos de gestão do risco e de governação das instituições de crédito.

Para resposta a eventuais perguntas dos meios de comunicação social, contactar Georgina Garriga Sánchez (tel.: +49 69 1344 95368).

Notas

CONTACTO

Banco Central Europeu

Direção-Geral de Comunicação

A reprodução é permitida, desde que a fonte esteja identificada.

Contactos de imprensa